fbpx

Superstições com moedas

As moedas sempre foram consideradas boa sorte. Um ditado popular diz: “Qualquer moeda que eu tiver me traz sorte”. Dar uma moeda a um mendigo sempre traz boa sorte, assim como jogá-la em uma fonte.

O costume de jogar uma moeda em uma fonte ou poço tem suas origens nos dias em que as pessoas acreditavam que os espíritos viviam nelas. Você arriscou má sorte se não os honrasse ao passar por eles. Mas jogar uma moeda em um poço significa mais do que honrar espíritos; também significa pagá-los para protegê-lo. Todos os anos, milhões de pessoas jogam moedas na esplêndida Fontana di Trevi em Roma, acreditando que, ao fazê-lo, um dia retornarão à Cidade Eterna. Os iranianos fazem a mesma coisa quando jogam moedas na piscina do mausoléu de Saadi, seu poeta nacional.

 

O costume de colocar uma moeda sob o mastro principal de um navio tem suas origens na mitologia grega. Quando as pessoas morriam, suas almas tinham que cruzar o rio Styx para chegar às planícies do Elysee, a terra dos abençoados. Charon conduziu o único barco através do rio. O preço de uma viagem era exorbitante e ele se recusou a levar quem não pudesse pagar. Por causa disso, os gregos começaram a enterrar seus mortos com uma moeda, que era colocada na mão ou na boca do falecido. Com o tempo, o costume de colocar uma moeda sob o mastro principal surgiu como uma forma de proteção por meio da qual dinheiro era oferecido aos espíritos do mar.

Pagar por um presente recebido pode parecer uma ideia estranha, mas ainda é praticado. É considerado azar dar de presente uma faca ou tesoura, porque o objeto pontiagudo pode cortar a amizade. Para evitar isso, o destinatário do presente teve que dar uma pequena moeda para “pagar”. A superstição tem suas raízes na magia negra. Se um objeto pontiagudo, como uma agulha ou uma agulha, fosse embebido em magia negra e depois oferecido a alguém, isso iria machucá-lo. No entanto, os efeitos negativos poderiam ser evitados se o destinatário do presente pagasse uma pequena quantia pelo objeto.

É considerado azar não apanhar uma moeda encontrada no chão, mas hoje em dia esta superstição já não é tão conhecida. Em muitos países, o costume de colocar moedas nos olhos dos mortos é muito difundido, na crença de que os mortos poderiam abrir os olhos para procurar pessoas para levar consigo para o outro mundo.

Os marinheiros usavam moedas perfuradas como amuletos da sorte. A superstição tem suas raízes na época em que as pessoas encontravam pedras perfuradas na praia. Eles acreditavam que as pedras haviam sido carregadas pelos deuses do mar e, carregando-as por sua vez, gozariam da proteção dos antigos possuidores divinos.

Conheça agora a Placa Cruz Cósmica M – Gráfico em Cobre.O gráfico Cruz Cósmica muito poderoso para a proteção de bens materiais, objetos e seres humanos.

Deixe um comentário